Texto por Colaborador: Redação 11/02/2020 - 11:00

A rádio Gre-Nal conversou pela manhã desta terça-feira com João Patrício Herrmann, vice-presidente do Inter, que respondeu as perguntas dos jornalistas sobreo duelo decisivo desta terça com a Universidad de Chile e outros temas. Confira os principais trechos.

TEXTO:

A partida desta terça: "Um jogo muito difícil e decisivo, e ainda estamos recém saindo da pré-temporada. Mas os resultados estão vindo. Estamos concentrados e esperamos fazer um grande jogo."

O calendário apertado: "Prestigiamos o Gauchão, mas a tabela foi bem difícil para o Inter nesse início. Essa tabela não foi feita da melhor forma para um filiado que é o Internacional. Não quero reclamar, estamos trabalhando, mas é desgastante."

Sobre o público e torcida: "Esperamos ter um Beira-Rio surpreendente hoje, com grande presença de público. Tenho certeza que o Beira-Rio pode fazer a diferença. Esperamos nosso torcedor para nos empurrar, como sempre."

Sobre o duelo decisivo: "Sabemos do nosso histórico positivo no Beira-Rio, da nossa força em casa, mas temos que estar muito atentos a tudo. A Universidad tem um time matreiro, experiente e acostumado a jogar junto."

Sobre o técnico Coudet: "Os números dizem que é um início muito positivo. Apesar de ser o Gauchão, os resultado estão vindo. O desempenho é bom, mas sabemos que podemos melhorar. Ninguém está satisfeito."

Sobre o vice de futebol Alessandro Barcellos: "Quero reconhecer o trabalho dele. Não é fácil fazer o que vem fazendo. Liberou jogadores, agregou peças importantes ao grupo e vem apostando nas categorias de base."

Sobre Sarrafiore: "Ele vem evoluindo. Chegou com status de ídolo, mas passou por uma recuperação física que era necessária. Agora, acredito que está jogando na posição certa. É um grande profissional."