Bola parada foi a tônica colorada na importante vitória conquistada sobre o Londrina em terras gaúchas, três golpes de cabeça definiram o resultado todos eles por jogadas ensaiadas, estas deveras treinadas durante a semana, a dupla de zaga se mostrou entrosada de ponta a ponta da cancha assegurando o triplo balançar de redes adversário.

A confiança do time parece estar na ponta dos cascos visando a maneira em que se dispuseram em campo, desde os primórdios do jogo mas principalmente quando o rival igualou a fatura após tantas chances criadas a seu favor, o fato de estar dotado dessa perseverança corroborou para a virada no marcador parecendo haver uma maturidade nesse sentido.

O miolo de defesa demonstrou um bom entendimento tanto nas tarefas principais ditas defensivas mas essencialmente como autênticos camisas nove, Klaus e Victor Cuesta mostraram grande oportunismo e se firmam cada vez mais, como o principal par de beques disponíveis no elenco.

O bom momento na jogada aérea por outro lado não pode encobrir a necessidade de criação terrestre na busca de espaço, e entendo que é essa a razão dos lances alçados na grande área, mas há de se botar a “pelota” no chão, o artifício dos cruzamentos é legítimo, e foi muito bem usado por sinal, porém a criatividade na meia cancha só virá a somar para os próximos desafios.

Abraço a nação colorada!

 Por Leandro Tavares / Contato: https://twitter.com/LeTavares5