Confira as declarações do treinador colorado após o empate em Recife, pela 8° rodada da Série B diante do Santa Cruz (0x0). Guto defendeu a escalação de Marcelo Cirino e gostou do empate dadas as condições da partida. Confira :

COLETIVA RESUMIDA / TEXTO

 "Estamos buscando da melhor maneira possível ajustar algumas peças para evitar essa situação (excesso de lesões)".

"O Inter tá fazendo a sétima partida em sequência, ainda bem que alguns jogadores e  ninguém jogou todas. Na hora que é feita a tabela da competição ninguém avalia essa situação. Ninguém é máquina. Ai cai a qualidade do espetáculo."

"Graças ao plantel do Inter ainda não perdemos e estamos fazendo modificações." 

"Sem o Fabinho sou obrigado a fechar o meio com Edenilson e Uendel, fechando com 3 e perdendo a caractarística do meia ofensivo, mas nos deu um pouco mais de sustentação defensiva. " 

"Na realidade se o campeonato fosse todo no fim de semana não teria porque trocar. Quando começa 4, 5, 6 em sequência, ai temos que administrar e rodar o grupo."

"Precisa ser evidenciado que o Inter não levou gols. Fez uma grande partida? Ninguém conseguiria com esse gramado. Eles também tiveram substituições devido ao peso do gramado".

"Em cima de todas as dificuldades da partida, não deixa de ser um resultado importante. Estamos levando um ponto, a partir das condições do jogo".

"Time ideal é durante a competição. Ele vai surgindo".

Sobre Cirino: "Eu preciso de jogadores competitivos. O  Brenner entrou e tá faltando isso, ele saiu e está trabalhando nisso. O Marcelo é um jogador que briga, compete bastante. "

"Nós tivemos dificuldades e eles também, em virtude das condições do gramado",

 COLETIVA COMPLETA / ÁUDIO