O volante Edenílson, um dos destaques do Inter na temporada, concedeu uma longa e interessante entrevista ao programa GreNal FC, da Rádio GreNal na noite desta quinta-feira. O volante falou sobre diversos assuntos relacionados ao Inter, carreira e futebol em geral. Confira os principais trechos:

"Acredito que a Série B seja tão difícil quanto a Série A, com alguns ingredientes diferentes. Na Série A, jogadores de qualidade decidem os jogos. Na B, tem que se adaptar, até por causa de alguns gramados".

"Nosso maior foco é esse dos últimos jogos, de demonstrar que somos capazes de recolocar o Inter na Série A. Mas pela grandeza do Inter, temos que buscar o título, não só o acesso".

"Tentamos o gol de todas as maneiras e conseguimos de uma forma estranha (contra Luverdense). As coisas viraram ali".

 "Clima tá muito bom. Estamos focados no nosso objetivo que é recolocar o Inter na Série A. Tinha muita desconfiança, tava muito marcado pelo rebaixamento. O torcedor age com o coração, e conseguimos trazê-los de volta".

 "Acabo acompanhando mais os resultados do que as partidas. Olhamos a tabela para ficar por dentro da situação. Se fizermos o nosso, não precisamos nem ficar olhando a tabela".

"É difícil não pensar, a gente sabe que tá perto, mas, ao mesmo tempo, temos que estar focados. Utilizo muito o exemplo do Vasco no ano passado, então temos que estar focados jogo a jogo".

"A rivalidade é legal, claro, mas existe um limite. Existem pessoas antes de tudo (sobre a visita ao Douglas). Torcemos que se recupere e volte logo, até pela nossa amizade".

"Paulinho é um jogador espetacular, não à toa vive esse grande momento. Quando cheguei lá, ele deslanchou no Corinthians".

"Desde que o Tite chegou, a campanha do Brasil é invejável. É prazeroso de ver".