Guto Ferreira completou seu 10º jogo pelo Inter nesta terça-feira, enfim com a oportunidade de repetir a escalação no comando da equipe. Deu liga. O Colorado até sofreu com a pressão do Ceará, mas teve qualidade para construir 2 a 0 ao natural no primeiro tempo e, assim, voltara vencer após dois tropeços no Beira-Rio. Com a vitória, o Inter ultrapassa o próprio Ceará e sobe para a quinta colocação, com 21 pontos, ainda a dois do América-MG e do Vila Nova, terceiro e quarto, respectivamente. 

Os atacantes do Inter entraram em campo pressionados por um incômodo jejum de 522 minutos sem balançar as redes. E a seca perdurou por apenas mais 11 minutos, graças a William Pottker. O camisa 99 apareceu como um homem do ofício na pequena área para aproveitar cruzamento de Edenílson, da direta. Ah! Vale ressalta o mérito de Cláudio Winck, na cobraça rápida de lateral na origem da jogada. 

Por falar em ataque, Nico López deixa o Castelão com motivos a comemorar. E não apenas pela plasticidade de seu golaço, ao emendar de primeira uma sobra de escanteio para acertar o ângulo. O tento é seu 13º na temporada – e o quinto na Série B – e o iguala a Brenner como artilheiro do Inter em 2017.

Guto Ferreira mandou a campo no segundo tempo Diego e Juan, nas vagas de Nico López e D'Alessandro para explorar os contra-ataques. E o Colorado o fez. Em meio a certa pressão, os visitantes criaram três boas chances, todas desperdiçadas pelos atacantes. Diego, Cláudio Winck, Fabinho e Juan desperdiçaram na cara de Éverson.

O Inter volta a campo pela 14ª rodada da Série B, vai a Maceió para encarar o CRB, às 16h30, no rei Pelé.