Guto Ferreira concedeu entrevista coletiva ainda no hotel em Pernambuco aonde o Inter enfrenta o Santa Cruz, neste sábado, pela 8° rodada da Série B. O comandante evitou dar pistas sobre o time mas deu algumas explicações. Confira os principais trechos:

"Temos que vencer os jogos dentro de casa.  Fazendo 65 ou 67 pontos a gente sobe em segundo ou terceiro lugar. O Internacional fazendo uma competição, e estou falando do básico para subir, com a vitórias dentro de casa e com as 2 vitórias fora compensamos  os dois empates em casa, e somando vários empates fora você sobe. Nossa busca não é somente subir, mas nesse momento que ainda estamos começando e sem muito tempo pra treinar, a gente não consegue botar os jogadores para cima. Temos feito uma estrategia de buscar aqueles que não estão jogando, com eles entrando e dando conta do recado, você consegue ter tempo de trabalhar com os outros, você ganha uma semana.

"O Edenílson na lateral não é improvisação. Seu melhor momento na carreira quando saiu do país, que o levou a Europa, foi jogando de lateral. Cada momento é um momento e cada jogo é um jogo e vamos ver o que vamos fazer para essa."

"A estratégia nós vamos guardar para amanhã. Queremos surpreender e buscar o resultado."

"O Inter tem um plantel, várias opções, e temos que pensar para colocar a melhor equipe possível."

"Neste momento, onde estamos começando sem muito tempo, é mais bate-papo, treino leve e jogo."

"Um time que tire espaço do adversário, busca o tempo todo ter a bola e buscar o gol o tempo todo. Isso que eu quero agora."

Sobre desfalques: "Que nem aconteceu com o Cuesta e Pottker, é melhor você perder eles por um jogo do que um mês. Nós ainda estamos conhecendo o grupo e não temos o grupo exatamente como a gente quer. A busca é colocar o grupo dentro do modelo de jogo que a gente quer. "

MIXAGEM VIA R. BAND-RS