Wilson Mathias, volante do Oeste, adversário do Inter nesta terça, falou a Rádio GreNal nesta segunda-feira sobre seu reencontro com seu ex-clube e projetou o confronto válido pela 17° rodada da Série B. Confira suas principais declarações:

"A torcida tem que saber que o Inter é gigante. Os jogadores certamente farão o seu trabalho."

"Não podemos comparar a grandeza do Inter com o Oeste, mas dentro de campo é 11 contra 11."

"Se eu fizer um gol no Inter não vou comemorar em respeito ao clube."

"Ver o Inter nesta situação é muito ruim. Torcemos para o Inter se levantar e voltar ao lugar que merece."

"Eu sempre joguei como segundo voltante, mas o Inter me contratou com primeiro."

"Fico muito feliz em ter jogado no Inter e ter conquistado a Libertadores da América, era um sonho particular."

 "O Fernando Carvalho colocou mal a palavra sobre o meu futebol na época em que eu estava no Inter."

"O time está consciente que será um jogo difícil, complicado. A direção do Oeste montou um time que faz um bom campeonato. "

"Sempre bom voltar para casa, estou muito feliz de estar em Porto Alegre."

"Existe um respeito muito grande com o Inter, fui campeão da Libertadores jogando lá, então o respeito tem que existir. Mas agora estou no Oeste e tenho que honrar a camisa desse clube, assim como fiz nos times que eu já passei. Jogar no Beira-Rio é difícil, mas nós temos que jogar com inteligência. Nosso objetivo é sair da partida sem tomar gol, sabemos da pressão, mas faremos de tudo para conseguir o resultado positivo", disse ao globoesporte o volante.