Contratado após uma excelente Libertadores pelo Nacional-URU, Nico López chegou ao Internacional em 2016, com status de reforço de peso. ​Para contar com o jogador, o Colorado teve que pagar 4 milhões de dólares por 50% do passe, valor dividido em parcelas.

Todavia, segundo o ​UOL Esportes, o clube acumula prestações em atraso, e negocia para quitar o valor que além disso deve. O jogador tem 50% dos seus direitos econômicos pertencentes à Udinese, clube com o qual o Internacional precisa se acertar.

Segundo o jornalista Leandro Behs, o Inter ainda precisa pagar mais uma parcela de US$ 700 mil à Udinese e não seria uma surpresa se o uruguaio acabar sendo negociado. Restam 3 parcelas de US$ 700 mil a serem pagas até julho de 2019.