Repetindo a final de 2017, o Colorado dessa vez venceu por 3 a 0 o atual campeão gaúcho com gols de Thales, Danilo Silva e Nico López, todos de cabeça. Devido ao gramado pesado, em razão da forte chuva que caiu em Novo Hamburgo neste domingo (21/1), a partida não foi um primor técnico, aliada também a uma arbitragem fraquíssima. A vontade e a solidez defensiva prevaleceram, e o Inter soube usar a bola aérea para fazer o resultado, se vingando pelo ano passado. 

Com o resultado o Inter soma seis pontos e dorme em segundo. O próximo desafio vermelho no Campeonato Gaúcho é na quarta, 21h45min, contra o Caxias, no Estádio Centenário. Duelo entre dois times com 100% na competição.

Apesar do time reserva, o Inter mostrou tranquilidade e dominou a partida. O gol saiu aos 17 minutos, com cabeceio de Thales após cobrança de escanteio de Nico López. O Novo Hamburgo abusou das jogadas de bola aérea, principalmente em laterais. Só incomodou Danilo Fernandes em um chute rasteiro de Assis, que coloco para escanteio, se resumindo a lançar a bola aérea diante de uma defesa colorada que se mostrou quase sempre segura na primeira etapa quando exigido.

Atrás do placar, o Novo Hamburgo se atirou ao ataque. O time adiantou a marcação e começou a jogar no campo do Inter. O ímpeto, no entanto, pouco se traduzia em arremates. Os comandados de Odair Hellmann se salvavam como podiam e afastavam o perigo de qualquer jeito. O Colorado, mais uma vez, fez valer a força da bola parada. Aos 28 minutos, Edenílson cobrou escanteio na cabeça de Danilo Silva, que superou a marcação e estufou as redes. O Inter ainda marcou mais um. Aos 33, William Pottker cruzou com perfeição na cabeça de Nico, que garantiu o resultado

HOMEM DO JOGO: NICO LOPEZ

GOLS

Thales (assist. Nico Lopez)
Danilo Silva (assist. Edenílson)
Nico Lopez (assist. Pottker)

NOVO HAMBURGO 0x3 INTER