A direção do inter já cogita ir à Fifa para buscar uma indenização do Estoril, de Portugal, pela utilização do atacante Bruno Gomes. O atacante tinha contrato com o Inter, mas atuou emprestado no Estoril até junho. Voltou ao Brasil e se apresentou no Beira-Rio, mas o clube português o pediu de volta e fez uma proposta de compra dos direitos federativos considerada “ridícula” pelo Inter.

Os dirigentes não aceitaram, mas o atleta obteve uma liberação na Justiça do Trabalho. Bruno Gomes, então, voltou para Portugal e apresentou-se ao Estoril. No domingo passado, reestreou pelo clube na derrota para o Moreirense por 2 a 0, em casa, pelo Campeonato Português.

O Inter acredita que o Estorial “aliciou” o jogador quando a sua proposta de compra dos direitos não foi aceita. Por isso, além de defender-se na Justiça brasileira, cogita recorrer à Fifa exigindo uma quantia pela transferência do atacante.

Fonte: Correio do Povo