Léo Ortiz: "Quem nos chamou de jogadorzinho, na carreira que teve como jogador, nunca foi nada demais. Tem que tratar o Inter com respeito".

"Teve que ser nos pênaltis, sofridos. Time do Inter merece respeito. Falam muito. Nos chamam de jogadorzinho. Para ser torcedor nas câmeras, opinião tem que ser racional, e não passional".

"Ele (o Neto) é um jornalista de merda. A gente trabalha para caramba e ele vai para a TV falar da gente. Tem que respeitar."

Brenner: "O time de jogadorzinho passou. Tem que respeitar o Inter. Põe no DVD".

"Tem que respeitar o Inter. Não é time de jogadorzinho",

Valdívia: "Foi um jogo difícil. O gramado estava escorregando muito. A nossa equipe mereceu a vitória."

"Eu fico muito feliz pela classificação. Tenho um carinho pelo Corinthians, mas hoje eu só penso no Inter."

Nico: ""Chupa, Neto! EOinter", escreveu em seu Instagram

Diego: " Apesar de um jogo grande deste, não podia mudar a forma que eu bato o pênalti. Treino assim todos os dias".

" Era para ser o Uendel, mas ele estava com dores na coxa e ele me disse para cobrar. Fui feliz e consegui fazer o gol".