O bom futebol não deu as caras na noite fria do Beira-Rio, em que até pela capacidade do adversário era algo aceitável de se projetar tendo em vista o baixo desempenho colorado em seus domínios, confusão e gols anulados fizeram parte desse contexto em que o tento apertado no apagar das luzes ditou o resultado. Mais três pontos na tabela, importantíssimo aliás, mas que não livram a péssima organização dentro das quatro linhas.

A surpresa do início da partida ficou por conta da decisão de “poupar” D’Alessandro, que deveria guiar seus companheiros justamente nesses momentos, a peça pinçada para o papel de armação foi o atacante Diego, que coisa não!? sem nenhum cacoete, o garoto se apoderou de todas responsabilidades ofensivas sem nenhum brilho é claro, a comunicação da meia cancha que já era baixa se resumiu a nulidade, uma correria desenfreada buscou no abafa a liderança sem sucesso no placar, justamente por essa pressa de marcar.

Bolas alçadas na área sem nenhum protagonismo e finalizações mascadas prevaleciam, principalmente na segunda etapa, e foi quando essa estava para findar que William Pottker empurrou a bola para as redes em lance de extrema excepcionalidade, em que a dupla de beques mato-grossense imóveis brecaram no lance mesmo sem o apito do juiz, que se mostrou certo, já que o próprio camisa 99 alvirrubro estava provido de condições, vitória conquistada!

O cargo do comandante mantido graças a glória momentânea não pode encobrir um trabalho inconstante, o triunfo foi conquistado na marra, e é dessa maneira que o S.C Internacional perambula pela segunda divisão, o torcedor está a espera de uma sequência...

Abraço a nação colorada!

Por Leandro Tavares / Contato: https://twitter.com/LeTavares5

Quer ser colunista do Somos Colorados? Envie um email para sitesomoscolorados@gmail.com