Dando continuidade ao debate proposto pelo site no início da semana, Abel x Roger, gostaria de começar minha explanação dizendo que anteriormente o nome de Roger Machado não era meu preferido, não pelo trabalho mas justamente por sua familiaridade azul, é uma linha de raciocínio amplamente passional, eu confesso, mas esta dificilmente se difere da atividade jornalística já que escrevo para um público específico, em um estado tão apaixonado futebolísticamente como o nosso e que bom que assim seja.

Roger Machado se mostrou um treinador que tem como base a construção de jogo a partir da meia cancha, fazendo com que seus homens de saída e de criação interajam entre si gerando uma amplitude chegando nos delanteros, formando assim a tão pedida compactação.

O ex-lateral esquerdo/zagueiro é um estudioso nato da pelota além de profundo conhecedor do futebol gaúcho, não que não aprecie um comandante com mais estrada como o clássico estilo de Abel, mas tenho a convicção de que para este momento o primeiro citado seria o ideal. Como técnico pode não ter a "cancha" de um campeão de Libertadores, mas como "futeboleiro" em si isso lhe sobra, inclusive sendo campeão da mesma como atleta.

Para complementar esta publicação queria mencionar a importância de Abel Braga para a história dessa instituição, obviamente todo torcedor que já carregou o escudo rubro no peito tem a dimensão do MAIOR TREINADOR DA HISTÓRIA DO SC INTERNACIONAL, mas nunca é demais reforçar: para este instante Roger Machado, para a eternidade colorada Abel Braga!!!

Abraço a nação colorada!

Por Leandro Tavares / Contato https://twitter.com/LeTavares5