Não falta mais nada para esse time. Após conquistar apenas 1 ponto em 6 no Beira-Rio, diante de Ceará e CBR, o time de Guto Ferreira & Cia conseguiu a nova proeza de apenas EMPATAR - sofrendo um enorme sufoco e estando mais perto da derrota - diante do Luverdense, uma das equipes mais humildes e fracas da Série B, que assim como o CRB, briga para não ser rebaixado. Mais uma vez restou de positivo, apenas, a presença da torcida do Internacional, que marcou presença de maneira significativa no norte do Mato Grosso.

Luverdense e Inter empataram em 2 a 2 na noite desta segunda-feira, em Lucas do Rio Verde, pela 34ª rodada. Com o resultado, o Colorado ainda não atinge a projeção necessária para cravar seu retorno à elite do futebol brasileiro. 

Foi uma atuação digna de dar PENA. O NADA coletivo dos vermelhos nesta segunda-feira parece ter sido o ápice das inúmeras dificuldades que tem sido demonstrado pela equipe de Guto Ferreira a várias rodadas, hoje alcançou seu limite de ruindade.  Atuação inaceitável, pornográfica, vergonhosa. O Inter não pode nunca mais ser isso e precisa melhorar urgentemente, sejam quais forem as ações necessárias.

Com o empate, o Inter chega aos 63 pontos, segue líder, mas ainda não consegue confirmar o acesso virtual à Série A, o que pode acontecer no próximo sábado, às 16h30, contra o Vila Nova, no Beira-Rio. 

Não faltou animação no Passo das Emas. Com um minuto de jogo, o Luverdense já vencia a partida. Alfredo aproveitou erro da defesa e marcou. O gol abriu a partida. O Inter buscava o empate, mas abusava dos erros. Os donos da casa aproveitavam os espaços e tentavam ampliar. Aos 29, Alfredo teve a chance de anotar o seu segundo. Sem goleiro, cabeceou para fora. Quatro minutos depois, veio o castigo. William Pottker cruzou na cabeça de Leandro Damião, que deixou tudo igual

 A história se repetiu. Logo no primeiro minuto, Marcos Aurélio recebeu com liberdade de Aderlan e bateu no canto esquerdo, sem chance para Danilo. Sérgio Mota poderia ampliar aos quatro, mas mandou para fora. Aí o Inter buscou novo empate. Cláudio Winck cruzou rasteiro e Uendel chutou em cima da defesa. No rebote, Leandro Damião pegou de primeira e superou Diogo Silva. O Luverdense tentou mais duas vezes, com Douglas Baggio e Rafael Ratão, mas ambos pararam em Danilo Fernandes. A resposta veio dos pés de Pottker, que recebeu cruzamento de D'Alessandro e bateu de direita, para defesa de Diogo Silva. Rafael Ratão tentou mais uma vez aos 22, e a bola passou sobre o gol. Dali em diante, o duelo teve um descanso. As equipes diminuíram o ritmo e passaram a tocar mais a bola, sem o ímpeto alucinado pelo ataque. Aos 42, Paulinho acertou o travessão em cobrança de falta

LUVERDENSE X INTER