Ricardo Cobalchini, técnico do time sub-23 do Inter, conversou nesta segunda-feira com a Rádio GreNal entre outros assuntos sobre o trabalho na base e a decisão do Campeonato de Aspirantes, vencida no jogo de ida por 3 a 1 na noite deste domingo, no Beira-Rio, diante do Santos. Com o resultado, o time colorado pode até perder por um gol de diferença no próximo domingo (10/12), na Vila Belmiro, que fica com a taça do torneio nacional. 

Trabalho nas Categorias de Base: "A base do Inter se fortaleceu muito em um modo geral, conseguimos uma boa unificação de trabalho, isso está nos dando bom resultado. Temos um time muito aplicado. Estamos com uma metodologia unificada desde o sub-10 até o sub-23. As equipes buscam um jogo bem apoiado, bola de pé em pé".

Adversário e vantagem: "O Santos é uma equipe muito qualificada, nada definido até o momento. Conseguimos sair com uma pequena vantagem, mas sabemos que na Vila vai ser um jogo muito equilibrado".

Opções para o time principal:"Na lateral direita, o Valdemir tem uma força e um poder de marcação muito grande, tem se destacado muito. Tem o Ronald também, por ele ser mais baixo e muito rápido ninguém acha o tempo de marcação dele. Temos vários atletas com muita qualidade. Após a competição vamos nos reunir e faremos um balanço. Vamos ver quem desperta interesse no profissional".

Efetivação de Odair: "O Odair é um profissional que sempre foi ligado à base, isso vai facilitar nosso trabalho. Sabemos que não é de um mês para o outro que surgirão frutos principalmente na formação de novos atletas, mas estamos em um bom caminho".