O Inter, representado por um time de sem vergonhas mais caros da Série B, volta a sua senda de VEXAMES dentro do Beira-Rio, dessa vez ao conseguir a proeza de ser derrotado pelo Boa Esporte, por 1 a 0, pela 11° rodada. Foi um festival de patetices e palhaçadas dos atletas em campo, do técnico e da direção.  A comissão técnica reservou uma semana de treinos em um resort em Viamão, e o resultado foi uma atuação ridícula (idêntica ao do Paraná) mas que conseguiu o feito negativo de perder para um dos piores times da competição, que vinha de técnico interino. É o fundo do poço.

Em cinco jogos em casa, o Inter soma apenas uma vitória. Diones foi o autor do único gol da partida, enquanto Júlio Santos acabou expulso no final do segundo tempo. Praticamente sem produzir ofensivamente, os colorados deixaram o campo sob protesto e vaias de torcedores - um cenário comum na campanha que gerou o rebaixamento em 2016.

 

Com a derrota, o Inter permanece no G-4, em quarto, com 17 pontos, mas pode ser ultrapassado no decorrer da rodada. No próximo sábado, volta a atuar no Beira-Rio e tenta a reabilitação diante do Criciúma. 

Próximos compromissos do Inter:

• Criciúma (Beira-Rio)
• Ceará (Presidente Vargas)
• CRB-AL (Rei Pelé)