Texto por Colaborador: Redação 03/12/2020 - 02:38

Rodrigo Dourado, volante do Inter, era a cara da tristeza após mais um tropeço recente, dessa vez para o Boca, por 1 a 0, no jogo de ida da Copa Libertadores. Após uma participação consistente e de muita luta do volante alvirrubro, mesmo com todo seu esforço e diante de um time em melhor fase, foi justamente um gol "entregue" que deixou o Inter em maus lençóis para o duelo decisivo de volta, na Bombonera. Confira suas declarações após a partida:

Ambiente no vestiário: "Chegamos no vestiário bastante bravos e tristes. O time do Boca é uma grande equipe, mas criamos bastante. Foi um jogo de igual pra igual (...)  O resultado de hoje não diz o que foi o jogo. Criamos bastante chance, tivemos momentos bons durante o jogo, poderíamos ter feito o gol e ter dado tranquilidade na partida. Falhamos defensivamente, coletivamente e sofremos o gol".

''Acho que temos muita chance de classificar pelo o que mostramos hoje. Sabíamos que ia ser díficil pela qualidade da equipe do Boca. Criamos chances, refletimos, precisamos de um gol lá para entrar no jogo, vamos acreditar até o fim.''

Fase terrível: "Temos que lutar, nos fechar. A gente vinha fazendo bons jogos, vínhamos em três competições. Acabamos, nesses últimos jogos, falhando muito. E, quando falha contra times grandes, é difícil (...) É difícil. A gente luta, trabalha forte no dia a dia para conseguir as vitórias. Não tem o que falar, a gente está triste com o resultado de hoje".

Retorno aos gramados: "Estou muito feliz em estar em campo de novo, em jogar uma Libertadores, uma oitavas de final contra o Boca Juniors. Não era o resultado que a gente queria, mas pode ter certeza que vamos lutar até o final lá (na Argentina)"; Tive um problema grave no joelho. Voltei a treinar, se não me engano, em maio ou junho. Os primeiros dois meses foram bem complicados, eu ainda sentia dor. Meu joelho inchava durante os treinamentos".

Jogo de volta: "Acho que temos bastante chance (de reverter o resultado no jogo da volta) pelo que mostramos no jogo hoje. Pode ter certeza que a gente vai forte para lá. Já nos mobilizamos no vestiário. Precisamos de um gol lá para entrar no jogo (...) 'Vínhamos fazendo bons jogos, mas nos últimos jogos não tivemos bons resultados. Temos um jogo importante no domingo, e agora é focar para dar a vida na quarta-feira na Argentina. Eu particularmente acredito muito na classificação na Argentina, agora é descansar para focar no Atlético-MG. Precisamos voltar a ganhar, urgentemente.''

Categorias

Ver todas categorias

Miguel A. Ramírez é o nome certo para comandar o Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

576 pessoas já votaram