Texto por Colaborador: Redação 19/11/2021 - 18:56

Na tarde desta sexta-feira, Óscar Tabárez deixou de ser o técnico da seleção uruguaia, em notícia que foi veiculada nas redes sociais da Federação Uruguaia de Futebol (AUF). O que vai acontecer agora? Quem decide seu sucessor? Estas são as perguntas colocadas pelo portal Ovacion, após um processo que durou 15 anos.

A primeira coisa a dizer é que Ignacio Alonso, presidente da AUF, confirmou ao El Pais que irá demorar (cerca de 10 dias) para definir o novo técnico do Celeste. "Não há pressa em nomear um novo treinador, temos uma série de dias pela frente onde definiremos primeiro um perfil e a partir daí faremos os contatos necessários", afirmou claramente. O próximo jogo do Uruguai será no dia 27 de janeiro de 2022 contra o Paraguai, em Assunção, enquanto na penúltima rodada das Eliminatórias Sul-americanas, em 1º de fevereiro, enfrentará a Venezuela no Estádio Centenário.

Segundo informações oriundas do país "hermano", o atual técnico colorado, Diego Aguirre, não aparece no topo da lista de pretendentes para comandar a esquadra Oriental.

De acordo com os dados recolhidos nas últimas horas, haveria dois treinadores que estão na vanguarda das avaliações dos dirigentes, mas nenhum dos nomes ainda vazou para os meios de comunicação. Epecula-se que seriam Guillermo Almada e Fabián Coito, com Diego Aguirre também considerado, mas sem favoritismo. Em relação ao comandante do Inter e ao atual treinador do Santos Laguna, ambos possuem cláusulas de gatilho em seus contratos pelas quais se o Uruguai os convocar, podem rescindir imediatamente os laços. Já Coito está livre após ter sido expulso da seleção hondurenha, que é a última na final octogonal da Concacaf.

Fato é que tanto para Diego Aguirre ou para os outros treinadores uruguaios, qualquer chamada da AUF será vista como uma "convocação", sem dificuldades de acerto. Assim, embora haja o risco do Inter perder seu atual treinador, o momento não indica isto, até segunda ordem, é claro...

Categorias

Ver todas categorias

Tu apoia a mudança do escudo com a retirada da borda?

Sim

Votar

Não

Votar

571 pessoas já votaram