Texto por Colaborador: Redação 18/10/2020 - 23:00

Alexandre Barcellos, vice-presidente do Inter, novamente minimizou as chances do clube ir ao mercado neste momento de pandemia. Falando após a vitória por 2 a 0 sobre o Vasco, neste domingo (18), o dirigente ressaltou as dificuldades financeira como grande empecilho para qualquer, além de destacar a luta do clube nas três frentes (Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil) até o final da temporada.  Confira os principais trechos:

Suposto interesse em Vergara: "Nossa situação financeira é extremamente difícil. Essa questão do Vergara é uma mera especulação. A situação financeira do clube não nos permite grandes investimentos".

Influência política encerrada no vestiário?: "No que tange a blindar o vestiário, era uma missão naquele momento, quando houve uma turbulência política no clube. Não adianta tapar o sol com a peneira, era o que estava havendo".

Trabalho com Caetano: "Eu tenho uma relação muito boa com o Rodrigo (Caetano). E essa relação, tanto minha, quanto dele, com o clube, vai até 31 de dezembro".

Inutilização de Lucas: "O Lucas Ribeiro faz parte do nosso grupo, tem treinado. A questão da utilização é sempre da comissão técnica. Não há nada com ele".

Calendário vermelho: "O Internacional vai enfrentar as 3 competições com aquilo que tiver de melhor no momento. Nós ainda não estamos classificados na Libertadores. Nós temos que buscar essa classificação até pelo ponto de visto financeiro (...) Vamos jogando jogo a jogo e vamos tentando chegar no topo mais alto do Campeonato Brasileiro. Do ponto de vista dos mata-matas, a partida tem um caráter decisivo. Nós temos que primeiro classificar na Libertadores e depois pensar no Flamengo. Em seguida, pensar no Atlético-GO. Esse ano é um ano maluco. É um jogo em cima do outro e todos os jogos extremamente relevantes".

Categorias

Ver todas categorias

Tu aprova o nome de Abel Braga para substituir Coudet até fevereiro?

Sim

Votar

Não

Votar

724 pessoas já votaram