Texto por Colaborador: Redação 07/07/2021 - 23:30

Repetindo uma escalação com dois primeiros volantes (Dourado e Johnny) além do estreante zagueiro Bruno Méndez improvisado na lateral-direita, o Inter recebeu nesta quarta-feira o São Paulo no duelo dos desesperados: os gaúchos não venciam em casa a 7 jogos e os paulistas a 11 como visitante. Nesse confronto de dar saudades de 2006, quem levou a melhor foi o Tricolor Paulista, com Crespo - mesmo fora dos treinamentos por 15 dias devido à Covid - vencendo em todos os quesitos o técnico Diego Aguirre. Confuso em todos os setores e com uma linha defensiva inqualificável, o Colorado perdeu ao natural para um nada mais do que mediano São Paulo, deixando o Inter a apenas 3 pontos do Z4. O sinal de alerta ecoa no Beira-Rio após mais uma atuação tão patética.

O revés faz o SCI chegar a oito jogos sem vencer no Gigante. É o maior jejum em casa em jogos oficiais em mais de 30 anos: desde 1990. 

Na sequência, o Internacional visita o Grêmio no sábado, pelo Brasileirão, às 16h30, na Arena OAS.

JOGO

Um primeiro tempo simplesmente patético do Inter. Com uma escalação confusa e um gol sofrido logo no início, os comandados de Diego Aguirre se resumiram a duas grandes chances com Caio Vidal, enquanto passou a sofrer em todos os instantes com um sistema de marcação risível e uma dupla de zaga abaixo da crítica. Saindo do intervalo com uma desvantagem mínima, o Tricolor do Morumbi facilmente poderia ter aplicado 3 a 0 tamanha ruindade de Pedro Henrique e Lucas Ribeiro. O Inter foi um amontoado em campo, com míseras 5 finalizações contra 7 dos visitantes.

No segundo tempo, o amontoado vermelho e branco virou uma lasanha futebolística. Tirando Bruno Méndez da lateral mas deixando PH na zaga (além de dois volantes mesmo precisando do empate), o que já era ruim ficou ainda pior. Sem muito esforço o SP marcou em rebote dentro da área logo nos minutos iniciais da etapa final, e o SCI? somou UMA finalização em 45 minutos. Com trocas mais confusas que a pífia escalação montada por Aguirre, o Internacional perdeu ao natural mais uma vez no Beira-Rio.

DESTAQUE POSITIVO: R. DOURADO

FICOU DEVENDO: PEDRO HENRIQUE, LUCAS RIBEIRO, CAIO VIDAL, YURI ALBERTO

FICHA TÉCNICA

Internacional (0): Daniel; Bruno Méndez, Pedro Henrique, Lucas Ribeiro (Saravia) e Paulo Victor; Rodrigo Dourado (Rodrigo Lindoso), Johnny e Mauricio (Boschilia); Caio Vidal, Yuri Alberto (Galhardo) e Patrick (Palacios). Técnico: Diego Aguirre.

São Paulo (2): Tiago Volpi; Arboleda, Bruno Alves (Diego Costa) e Léo; Daniel Alves, Luan, Nestor (Liziero), Igor Gomes (Talles Costa) e Wellington; Rigoni (João Rojas) e Eder (Vitor Bueno). Técnico: Hernán Crespo.

Gols: Rigoni, aos 2’/1ºT, e Igor Gomes, aos 8’/2ºT (S).

Cartões amarelos: Paulo Victor (I). Igor Gomes e Bruno Alves (S).


Categorias

Ver todas categorias

Aguirre é a escolha certa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1393 pessoas já votaram