Texto por Colaborador: Redação 20/10/2021 - 00:00

Em entrevista ao Show dos Esportes, da Rádio Gaúcha, nesta terça, o presidente do Inter, Alessandro Barcellos, se mostrou contra o retorno da torcida adversária aos estádios do Brasileirão, confirmada nesta terça-feira (19) pela CBF. Garantindo que irá seguir as regras determinadas pela entidade o mandatário deixou claro que a situação é injusta enquanto a lotação permitida for de apenas 30%, considerando que torcedores adversários ocuparão espaços que poderiam ser para colorados no Beira-Rio.

"Somos veemente contrários a esta medida da CBF, que é populista e voltada ao interesse de alguns clubes (...) "Acho isso um despropósito, no momento, ser autorizado. É um erro. Já pedi para que o jurídico avalie isso, de acordo com as obrigações do clube. Jamais vamos descumprir a legislação, mas acho isso uma afronta ao torcedor colorado. Os sócios passaram quase dois anos cumprindo com as suas obrigações e agora, com 30% do público, terão de abrir espaço para a torcida adversária e ter de tirar o torcedor colorado do estádio".

"Nós estamos pagando para abrir o estádio. Nós temos um custo elevado e vamos aumentar isso. Eu sei como funciona a logística de isolamento de uma torcida grande como a do Corinthians. O custo de isolamento e translado, além de acomodação dentro do estádio, é ainda maior."

Categorias

Ver todas categorias

Tu apoia a mudança do escudo com a retirada da borda?

Sim

Votar

Não

Votar

590 pessoas já votaram