Texto por Colaborador: Redação 11/01/2022 - 05:43

Um ano de Copa do Mundo é sempre especial e 2022 não é exceção, será um ano cheio de futebol a nível sul-americano. Os torneios nacionais começarão a partir do final de janeiro, enquanto o COVID 19 permitir, em todo o sul do continente americano, além da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana.

O primeiro torneio a ser lançado será o Dimayor, na Colômbia, que começará no fim de semana de 21 a 23 de janeiro e terá apenas uma semana de folga entre as duas competições semestrais. Para essa mesma data, estava marcado o início da Liga 1 no Peru, mas o aumento sustentado de casos da pandemia registrados em vários elencos da Primeira Divisão fez com que as autoridades adiassem o início para 3 de fevereiro.

Precisamente, no primeiro fim de semana de fevereiro, também começará o Campeonato Uruguaio, que começará com o Torneio de Abertura em 5 de fevereiro, depois será disputado o Torneio Intermediário, que começará por volta de 28 de maio e será disputado em duas séries, dependendo na posição final das equipes no Apertura e, por fim, no Torneio Clausura, cujo início está previsto para aproximadamente 6 de agosto. Aos três torneios juntam-se as finais, sendo que a primeira será disputada a 6 de novembro. Na mesma data, foi acionada a Divisão de Honra do Paraguai.

Por sua vez, a Líga Pro do Equador não terá atividade oficial até 18 de fevereiro. Enquanto na Venezuela ainda não há definição em termos de datas, se o número de equipes participantes que serão 16.

Já na Argentina, o início da Liga Profissional não será no dia 4 de fevereiro como previsto, sendo adiado para o dia 11, após solicitação de membros em vista da explosão de casos de Covid notificados na última semana, que somam mais de 200. O anuncia deve ocorrer nas próximas horas, antes do sorteio que acontecerá nesta terça-feira.

Por sua vez, a Copa do Brasil começará em 23 de fevereiro e terminará em 19 de outubro. Enquanto o Brasileirão começará, após a disputa dos torneios estaduais, no dia 10 de abril.

Categorias

Ver todas categorias

Tu apoia a mudança do escudo com a retirada da borda?

Sim

Votar

Não

Votar

1241 pessoas já votaram