Texto por Colaborador: Redação 02/04/2020 - 10:40

A rádio Gre-Nal conversou na manhã desta quinta-feira com Cláudio Duarte, comentarista e ex-técnico da dupla Gre-Nal que falou um pouco sobre o trabalho de Eduardo Coudet e sobre sua rotina com crise do Coronavírus. Confira os principais trechos.

TEXTO:

O trabalho de Eduardo Couder no Inter: "Coudet mudou a concepção de jogo, a filosofia de trabalho. Ele deu o suporte e os jogadores tem assimilado bem o que ele quer. É uma mudança de postura também de todos. Quem não se enquadrar, vai cair."

Sobre sua rotina com o Coronavírus: "Eu tô no grupo de risco. Se eu partir, apenas acaba meu ciclo. Não tô preocupado com o vírus, estou preocupado é com a falta de estrutura que temos para encarar a situação. Esse país vem sendo roubado desde o início de sua história."

"Quando tudo isso passar, espero que fique um aprendizado no futebol, que é não pagar esse absurdo que os grandes clubes pagam para os jogadores."

"Se o país fosse sério, quantos clubes brasileiros já teriam fechado? Pois devem muito dinheiro. Dinheiro que poderia ajudar a construir hospitais e no combate a esse vírus, por exemplo."

Seleção Brasileira: "O Brasil tem os melhores jogadores de bola do mundo. Mas está longe de ter os melhores jogadores de futebol do mundo. São exigências diferentes. Hoje, o jogador tem que ter capacidade técnica, física e emocional."

"É muito mais fácil no Brasil montar um time do que uma Seleção. No clube, já estão entrosados, já sabem a maneira de jogar. Na Seleção, se encontram pouco. Na Europa, só é convocado quem está bem e não quem tem nome."

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

795 pessoas já votaram