Texto por Colaborador: Redação 17/03/2020 - 17:40

A rádio Gre-Nal conversou na tarde desta terça-feira com Ricardo Colbachini, ex-auxiliar técnico do Inter que foi desligado do clube nesta terça. O treinador falou sobre o ambiente com a direção e como foi para ele deixar o Inter e suas novas perpectivas. Confira os principais trechos.

TEXTO:

Sua demissão do Inter: "Fui chamado pelo Rodrigo e pelo Alessandro, são dois profissionais que eu tenho uma admiração grande. Falaram que estavam chateados mas que tinham que fazer isso pela quantidade de pessoas na comissão técnica. A gente teve uma relação muito legal. Durante esse dois meses eu tentei fazer o meu melhor e contribuir o máximo possível. Sabia que tinha possibilidade de sair."

"Minha ideia continuar no profissional, como treinador. E fazer de vez essa transição. Tive na base conquistas em quase todas competições que participei. 

"Tinha bastante gente na comissão técnica permanente. Pode abrir caminho para eu buscar outros objetivos e iniciar minha caminhada como técnico de um time profissional. Uma interrupção tranquila. A gente sempre gostaria de continuar contribuindo. Mas entendo. Saio com as portas abertas."

Sobre o estilo de jogo dos aspirantes: "Ano passado, tínhamos menos tempo para treinar com o grupo todo. E pediam para adaptar o estilo de jogo ao do profissional. Mas não é o que prefiro, que é um futebol mais ofensivo."

Sobre procura do Juventude: "Não, ainda não. Mas é um grande clube. Acabei saindo hoje à tarde e a partir de agora vamos buscar outras situações."

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

1879 pessoas já votaram