Texto por Colaborador: Redação 09/07/2020 - 20:27

Em vídeo divulgado pela assessoria de imprensa do Palácio Piratini, o governador do Estado, Eduardo Leite, se manifestou fazendo um apelo para os torcedores pedindo que a população evite aglomerações para assistir aos jogos. O retorno ocorre justo quando o Rio Grande do Sul alcançou novamente uma marca recorde de mortes por coronavírus em 24 horas, com o número total de óbitos pela doença chegando a 870 desde o início da pandemia, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES).

"O que nós queremos é demonstrar para a população, a partir desta atividade que move as paixões de tantas pessoas, que com cuidado, protocolo e cuidados sanitários a gente pode se aproximar de um retorno à normalidade. Mas é importante dizer que não é volta ao normal, os jogos serão com portões fechados e todas essas regras. Apelamos a todos que não façam reuniões e confraternizações em função dos jogos (...) A gente reforça que a liberação para os treinos e aos jogos não significa em absoluto volta à normalidade. O campeonato deve ter em uma semana a saída de oito clubes. Restarão quatro para os 10 dias seguintes, o que representa circulação de um número menor de pessoas" pediu.

Em reunião momentos antes com o presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Luciano Hocsman, no final da tarde desta quinta-feira, ocorreu o aval para o retorno do Gauchão no próximo dia 23. Os treinos com contato físico estão liberados a partir da próxima segunda-feira pelo Estado.

O presidente da FGF, por sua vez, comemorou o retorno do futebol no estado e afirmou que a entidade colocará na rua a partir desta sexta uma campanha de conscientização para evitar aglomerações.

"A partir de amanhã, essa campanha que o senhor solicitou, nós já estávamos com ela engatilhada, e vamos fazer para que o torcedor se conscientize, permaneça em sua casa, com distanciamento, e vai ter o futebol como uma forma também de ter um pouquinho de entretenimento na televisão" disse Hocsman.

Restam três rodadas, além de semifinal e final para concluir o segundo turno. Caso o campeão não seja o Caxias, haverá ainda a grande final para decidir o campeão de 2020.

Categorias

Ver todas categorias

Tu aprova o nome de Abel Braga para substituir Coudet até fevereiro?

Sim

Votar

Não

Votar

851 pessoas já votaram