Texto por Colaborador: Redação 21/11/2020 - 23:55

O Boca deixou para trás as duas derrotas consecutivas na Copa da Liga Profissional e apontou todas as armas para o início das oitavas final da Copa Libertadores contra o Inter, em Porto Alegre. Mesmo assim, todas as ideias testada nas últimas semanas foram pensando justamente apenas na fase de mata-mata continental. As mudanças de uma rodada para a outra, os testes de nomes e posições e o indecifrável de algumas formações sempre tiveram a ver com isso. Com isso o comandante Xeneize estava terminando de definir o 11 para enfrentar o Colorado, e assim ele chegou com muitas certezas neste último fim de semana antes do início da série como visitante no Brasil. A três dias do jogo de abertura da série, o técnico Miguel Russo teria apenas duas dúvidas na equipe segundo os portais argentinos.

O treinador tem três nomes para duas vagas no meio-campo. O eixo dos volantes está firme e será integrado por Jorman Campuzano e Nicolás Capaldo. Agora, a briga é pelas posição nas bandas. Na direita, Eduardo Salvio pode voltar após uma lesão ou Sebastián Villa pode jogar. A outra possibilidade é que o colombiano se incline para a esquerda e Edwin Cardona vá para o banco.

O outro setor do campo que poderia apresentar variantes é o ataque, mas Miguel Ángel Russo é claro sobre isso e manterá a formação que lhe deu as alegrias desde o início de seu ciclo. Franco Soldano e Carlos Tevez estarão desde o início.

Desta forma, o Boca deverá ter quarta-feira(25), às 21:30, no Beira-Rio: Esteban Andrada; Julio Buffarini, Lisandro López, Carlos Izquierdoz e Frank Fabra; Salvio (Villa), Campuzano, Capaldo, Villa (Cardona); Tevez e Soldano.

Categorias

Ver todas categorias

Tu aprova o nome de Abel Braga para substituir Coudet até fevereiro?

Sim

Votar

Não

Votar

868 pessoas já votaram