Texto por Colaborador: Redação 27/10/2021 - 00:00

A CONMEBOL e a Rede Globo anunciaram o fim da disputa na Justiça da Suíça por conta do encerramento do contrato de transmissão da Copa Libertadores no meio de 2020. Desta maneira, a emissora carioca poderá fazer parte da concorrência pelos direitos do torneio para o triênio de 2023 a 2026, além da Sul-Americana.

No ano passado, em meio a uma confusão envolvendo a Medida Provisória 984/2020, a MP do Mandante, e a rescisão do contrato do Campeonato Carioca, a Globo quis baixar seu contrato anual de US$ 60 milhões com a entidade pela transmissão em TV aberta e fechada da Libertadores. Não houve acerto e o torneio deixou a grade do canal.

A disputa atingiu os direitos da Copa América de 2021, já que a CONMEBOL fechou com o SBT mesmo com uma proposta superior ao da emissora carioca. A ação envolvia uma cobrança de US$ 120 milhões da confederação contra a emissora.

Com a audiência abaixo do esperado com os jogos no SBT, a tendência, segundo o site mktesportivo.com, é que a Globo volte forte ao negócio e, na teoria, consiga adquirir de volta os direitos.

A Conmebol fará uma nova concorrência dos direitos da Libertadores prevista para ocorrer no período entre o final deste ano e o primeiro semestre de 2022. 

Abaixo, o comunicado enviado pela entidade e pela emissora:

“Conmebol e Globo chegaram a um acordo e decidiram encerrar a arbitragem em curso na Suíça por conta da rescisão do contrato de direitos da Copa Libertadores de 2019 a 2022. O entendimento reforça o respeito que sempre pautou a parceria de longa data entre as instituições.”

Categorias

Ver todas categorias

Tu apoia a mudança do escudo com a retirada da borda?

Sim

Votar

Não

Votar

591 pessoas já votaram