Texto por Colaborador: Redação 26/03/2020 - 13:46

A Comissão Disciplinar da Conmebol marcou para a próxima segunda-feira, dia 30, uma audiência para julgar as oito expulsões do Gre-Nal da Libertadores, que terminou empatado em 0 a 0, informa o portal Globoesporte.

De acordo com o jornalista Tomás Hammes, será realizada uma videoconferência entre os representantes da entidade e os advogados da dupla, que poderão se manifestar para realizar as defesas.

A confusão promovida começou após uma dividida entre Moisés e Pepê culminou com o vermelho para ambos, além de Luciano, Caio Henrique, Paulo Miranda, Edenilson, Víctor Cuesta e Bruno Praxedes. 

Os oito jogadores podem ser suspensos por todo o restante da fase de grupos e de uma eventual partida das oitavas de final, conforme prevê o Código de Disciplina da Conmebol.

O artigo 16 prevê punições severas em casos de expulsões por discussões, brigas ou condutas antidesportivas. 

Conforme o texto, as sanções aplicadas pelas confusões no Gre-Nal podem ser de:

a) Suspensão de ao menos uma partida na competição ou por um período de tempo específico pelo cometimento das seguintes infrações: (iv) Insultar, ofender ou ameaçar jogadores ou outras pessoas presentes na partida, sempre que não constituam faltas mais graves.

b) Suspensão de, no mínimo, duas partidas na competição ou por um período de tempo específico por conduta violenta ou por agredir jogadores, ou qualquer outra pessoa presente na partida, exceto seus oficiais.

c) Suspensão de, no mínimo, cinco partidas na competição ou por um período de tempo específico por agressão ou menosprezo que seja considerado grave pelos órgãos judiciais.

O torneio está paralisado pelo menos até o dia 5 de maio, em razão da pandemia do coronavírus.

 

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

857 pessoas já votaram