Texto por Colaborador: Redação 06/07/2020 - 10:00

A pandemia de coronavírus afetou toda a América do Sul de maneira diferente. Entre os planos da Conmebol de enfrentar a Copa Libertadores e a Sul-Americana, eles permitirão que as equipes mudem de local, se necessário.

"Isso é permitido pelo regulamento, não apenas agora, sempre. A equipe avisa antes e se ajusta com o Departamento de Competições ... Existe isso. Podemos usá-lo agora, se necessário, devido a essa necessidade", disse Gonzalo Belloso, vice-secretário geral da a entidade, em uma entrevista ao Olé.

"Isso está sempre nos regulamentos, e não por causa dessa pandemia. Existe sempre. Ele classifica um time que não tem aeroporto em sua cidade e tem que jogar pelo menos 150 quilômetros. ou tem um estádio com uma capacidade menor do que a permitida. Sempre há essa variável de poder mudar a sede das equipes e também pode ser exigida pelo organizador. É uma opção que pode ser válida para uso no momento ", acrescentou.

Além disso, Belloso garantiu que eles esperam que todos os torneios locais estejam em andamento antes do início das competições continentais: "Hoje não é um objetivo que volte sem as ligas. Esperamos que todas as ligas estejam em andamento, ou pelo menos com muitos dias. As equipes já estão treinando, temos informações dos dez países e sabemos que, assim que a situação estiver boa, temos tudo pronto e trabalhando em todas as recomendações e decisões para que o futebol continue a ser jogado. Não tomaremos nenhum tipo de decisão sem discutir com os dez presidentes e, através deles, com os clubes que representam ".

Por fim, o Secretário ratificou o Rio de Janeiro (Maracanã) e Córdoba (Mario Alberto Kempes) como locais para as finais da Libertadores e da América do Sul. "Temos dados, de pessoas dedicadas a isso, que se em agosto a situação for controlada na América do Sul, poderíamos começar em setembro. Se tivermos que esperar mais alguns dias, esperaremos mais alguns dias. O importante é que todos começemos, que todos voltemos e joguemos futebol novamente. Não vamos deixar ninguém na estrada ", afirmou.

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

2661 pessoas já votaram