Texto por Colaborador: Redação 04/06/2021 - 18:29

Depois do empate em 1 a 1 no jogo de ida da semifinal, o Coritiba venceu o Internacional por 3 a 2, na tarde desta sexta-feira (4), em partida disputada no Couto Pereira, e vai jogar a final da competição pela primeira vez na história.

O time treinado por Fábio Matias empilhou chances, mas parou em grande atuação do goleiro adversário na tarde desta sexta-feira (4/6), na capital paranaense. Após empate em 1 a 1 no primeiro jogo da semifinal, o Inter foi batido por 3 a 2 pelo Coritiba no estádio Couto Pereira.

O foco agora é no Campeonato Brasileiro da categoria. A equipe colorada faz sua estreia no final deste mês diante do Corinthians. A partida está marcada para o dia 27 de junho, em território paulista – ainda sem local definido.

O jogo

Foram 45 minutos de um jogo bastante movimentado no Couto Pereira. Mandante da partida, o Coritiba começou o duelo sendo mais agressivo e por pouco não marcou o primeiro, logo aos quatro minutos, com Luizão, que recebeu ótimo passe de Kaio César, invadiu a área e bateu cruzado rente à trave adversária. Aos sete, a dupla do Coxa chegou de novo, só que dessa vez Luizão aproveitou a assistência do camisa 11 para abrir o placar: 1 a 0.

Em desvantagem, o Inter foi para cima e quase marcou, aos 11 minutos, em finalização de Matheus Cadorini, que viu Rafael Willian fazer a defesa. Mas no minuto seguinte o atacante colorado arriscou mais uma e sem dar chances para o goleiro deixou tudo igual no marcador.

De volta ao ataque, o time da casa assustou, aos 20 minutos, em cruzamento na área que a marcação mandou contra a própria meta, mas Anthoni evitou o gol contra. Logo na sequência, o arqueiro da equipe gaúcha vacilou na saída de bola e Biel aproveitou para recolocar o Verdão na frente: 2 a 1.

Tentando a resposta rápida, foi a vez do Inter quase ter um gol contra a seu favor, depois que Vinicius Mello fez o lançamento e Diogo Batista, na tentativa de afastar o perigo, mandou para o gol para defesa de Rafael Willian, aos 24. Do outro lado, Kaio César, aos 26, apareceu para o Coritiba, mas parou em Anthoni. Já nos minutos finais, Cadorini tentou mais uma vez para o Internacional, mas esbarrou na trave. Enquanto, Bernardo e novamente Kaio César assustaram para o Verdão.

Depois do intervalo, os visitantes voltaram para o segundo tempo pressionando no campo ofensivo e, aos três minutos, Cadorini pegou uma sobra dentro da área, o primeiro chute parou na marcação, mas na segunda oportunidade o camisa 11 não perdoou e empatou de novo o confronto. Aos oito, o Coxa passou a jogar com um a menos, após expulsão de Diogo.

Com a vantagem numérica, o Colorado se manteve no ataque e teve chances com Thauan, que parou no goleiro, e com Matheus Dias, que errou o alvo. Mais tarde, Cuesta chegou duas vezes para o Internacional. Na primeira, novamente Rafael Willian salvou o Coritiba e, na segunda, o arremate foi para fora.

E se quem não faz, leva, aos 37 minutos, o time da casa fez o terceiro em cobrança de pênalti de Biel. Nos últimos instantes da partida, o Inter foi para cima buscando o empate mais uma vez, mas não conseguiu passar pela defesa do Verdão, que contou com tarde inspirada do goleiro Rafael Willian.

FICHA TÉCNICA:

Coritiba (3): Rafael Willian; Diogo Batista, Thalisson Gabriel, Marcio Silva e Angelo; Maicky, Bernardo (Jean Gabriel) e Biel (Douglas Silva); Ruan Assis (Lucas Ronier), Kaio Cesar (Giovani Neurer) e Luizão (Iruan). Técnico: Cesar Bueno.

Internacional (2): Anthoni; Vinicius Tobias (Pedrinho) (Cleberson), Tiago Barbosa, João Felix e Jonathan (Thauan Lara); Lucas Vital, Gustavo (Mathues Dias), Estevão (Murilo), Juan Cuesta (Vitinho) e Vinícius Mello; Matheus Cadorini. Técnico: Fábio Matias.

Local: Couto Pereira, em Curitiba-PR

Gols: Luizão (C), aos 7min/1T; Matheus Cadorini (I), aos 11min/1T e 3’/2T; Biel (C), aos 21min/1T e 37’/2T;

Categorias

Ver todas categorias

Aguirre é a escolha certa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

5 pessoas já votaram