Texto por Colaborador: Redação 28/06/2020 - 13:44

Andrés D'Alessandro está perto do final de sua carreira, mas não estabelece prazos. Aos 39 anos, ele desfruta em Porto Alegre, onde é um ídolo e líder on vestiário. No entanto, nunca se sabe quando um jogador decide terminar sua carreira e Cabezón, depois de toda a interrupção por causa do coronavírus, tem decisões a tomar.

Sobre o assunto, perguntaram a Eduardo Coudet, técnico colorado, sobre o que ele acha de uma possível aposentadoria de Andrés: "É muito difícil. Quando você está chegando ao fim de sua carreira, vive de uma maneira diferente. É muito interno. Simplesmente, o que estou falando com ele é que ele tem que aproveitar o dia a dia. É difícil marcar uma data. Chega um dia e algo diz 'até aqui'. Ou pelo menos foi assim que aconteceu comigo ".

Além disso, ele se considerou um exemplo e deu seu ponto de vista. "Porque você fala com vários ex-jogadores como é está situação para encerrar uma carreira. Não é algo que eu converso com ele, porque acho que não há necessidade de definir uma data fixa. Acho que não é bom fazê-lo. É preciso viver o dia a dia e no momento em que você está saindo para o treinamento e sua cabeça diz que você quer voltar para sua casa, esse é o momento. Mas, por enquanto, não há outra opção senão continuar desfrutando ", explicou El Chacho.

Surgindo na base do River Plate em maio de 2000, três temporadas depois D'ale partiu para Wolfsburg. Ele esteve na Europa até voltar à Argentina para vestir a camisa San Lorenzo em 2008. No segundo semestre, ele começou sua etapa no Inter, onde está há 11 anos, com apenas uma interrupção para jogar emprestado no clube Núñez, durante 2016.

La Pagina Millonaria

Categorias

Ver todas categorias

Tu aprova o nome de Abel Braga para substituir Coudet até fevereiro?

Sim

Votar

Não

Votar

837 pessoas já votaram