Texto por Colaborador: Redação 15/03/2020 - 21:25

Chacho elogiou a atuação de uma equipe predominantemente reserva na goleada por 4 a 1 sobre o São José, neste domingo, pela 3° rodada do returno do Gauchão. Jogando sem público no Passo D'areia devido a crise que assola o planeta pelo Coronavírus, Coudet relativizou a importância do futebol nesse momento de urgência médica e aproveitou para elogiar a atuação de Nonato, assim como da equipe como um todo. Confira suas principais declarações:

ENTREVISTA

RESUMO / TEXTO

Porque time reservae já existe um padrão entre titulares e reservas? "Não, não, jogamos em um campo distinto, parece que nos adaptamos ao que pediu a partida. Chegamos à vitória em um campo que é sempre difícil para todos, com alguns tendo a melhor atuação até aqui (...) Para mim, não são reservas. São os que melhores estão para jogar hoje. Esse tipo de campo, fisicamente, exige bastante.  Decidimos utilizar o Edenílson porque vinha jogando bem após o GreNal, vamos vendo os que estão melhores para jogar de acordo com o grande desgaste físico... Bem, tratamos todos da mesma maneira e todos tentam jogar como trabalhamos. Então, tempos a possibilidade de escalar qualquer um sem ressentir o funcionamento, aumentando a disputa. Depois o problema é meu para escolher os XI (...) 

Atuação de Nonato: "Fico muito feliz com os gols do Nonato, uma grande atuação. Ele vai melhorando seu nível. Não gosto de falar muito de individualidades, mas vale a pena ressaltá-lo. Se Lindoso, Nonato, Edenilson e Patrick é um meio de campo reserva? Gostaria de ter sempre reservas então. Não é assim. Colocamos uma grande equipe em campo, jogamos bem. Precisamos de todos, sempre digo isso, para a competição interna elevar o nível individual. Para nós é muito bom. Sempre digo o mesmo, preciso que os jgoadores gerem um problema para o treinador escalar a equipe. Tento ser o mais justo possível e elevar essa competição interna."

Possível suspensão do Gauchão por conta do Coronavírus: "O mais provável é que amanhã pare pelo que se vem falando. É um tema lógico, porque envolve a saúde, que afeta a todos. (...) Não podemos pensar individualmente. Temos que pensar em todos, porque é um tema de saúde. Seguramente, se tomará a melhor decisão."

Momento da equipe: "Não gostaria de tomar esse último gol, mas no jogo esses lances acontecem. O trabalho defensivo, como eu sempre digo, começa na frente até atrás. E quando a equipe se alarga um pouco, seguramente gera mais situações como no final, isso é lógico. Mas temos que seguir trabalhando, creio que ainda podemos dar muito mais, e vamos buscar isso (...) Os cinco jogadores com mais características de ataque tiveram todos situações de gol durante o jogo. É isso que quero. Temos que seguir trabalhando e melhorando. Acho que podemos dar muito mais, e vamos buscar isso."

ÁUDIO REGISTRADO VIA BAND-RS

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

675 pessoas já votaram