Texto por Colaborador: Redação 22/08/2020 - 21:35

O Inter venceu pela quarta vez no Campeoanto Brasileiro, dessa vez sobre o Atlético-MG, em duelo válido pela 5° rodada. Com uma atuação segura, Chacho exaltou o grande controle sobre o Galo de Sampaoli, famoso por ter mais de 20 finalizações por jogo, mas que só encontrou 10 disparo no Beira-Rio. Confira essas e outras declarações:

ENTREVISTA COMPLETA 

TEXTO

Vitória:  "Seguramente o Atlético Mineiro vai ser candidato ao título. Eles tem muitos jogadores. É indiscutível que tem uma grande equipe e jogam muito bem. Tirar três pontos de uma equipe tão boa como o Atlético Mineiro é muito importante. Temos que nos adaptar a cada jogo que temos. Fizemos um grande trabalho (...) Quando vimos que estavam bem na parte defensiva, reforçamos a parte defensiva e ganhamos a partida. Fomos bem contra um time que tem muito mais jogadores de hierarquia que a gente. Muitos jogadores para sair do banco. Não falamos sobre atuações individuais. Nossa equipe se comportou muito bem."

"A verdade é que como qualquer amigo, não é agradável enfrentar. Sampaoli já me ajudou muito. Sabíamos da dificuldade que ele iria nos apresentar. Mostrei muitas coisas para meus jogadores."

"No último jogo, enfrentamos o Atlético-GO que vinha de grandes resultados e tínhamos jovens como Peglow, Praxedes, Jussa. Vamos trabalhar para tentar o melhor. Hoje o Galhardo jogou como centroavante. Se sacrificou pela equipe, mas ele se sente mais cômodo como um segundo atacante. Não é sua característica ser um 9, mas ele pode fazer porque tem grandes condições."

Entrada do Peglow: "Peglow levou vantagem a Yuri Alberto pelo tempo de trabalho, por saber mais o que eu venho pedindo, mas vamos seguir trabalhando. O Yuri Alberto é muito jovem. Seguramente tem condições, mas estamos falando de um jovem que tem 3 partidas na primeira divisão. Ele segue se adaptando e trataremos de tirar o melhor dele."

Nome de Pato: "Não sou eu quem tenho que falar sobre contratações. Seguramente alguém da direção vai falar. Não liguei para ele. Não posso falar de uma conversa que não existiu. Não posso falar de nenhum jogador que não estreia no Inter. Trato de trabalhar., Temos um plantel curto. Não é fácil o que vemos fazendo."

"Venho falando com a direção. Temos um plantel curto. Depois da perda do jogador mais determinante que teríamos, trabalhamos. Estamos buscando um centroavante. Um 9 clássico. É difícil que um jogador chegue e tenha condições de jogar. A direção esta trabalhando nisso. Temos alguns nomes e tenho certeza que vamos fechar com algum."

"Tudo mudou desde que cheguei. O que tínhamos como planejamento não existe mais por causa de uma pandemia mundial. Hoje não vamos ter um super Inter. Vamos ter um Inter que trabalha e que vai se preparar muito.

Futebol brasileiro: "Desde que cheguei, digo que o futebol brasileiro é extraordinário. Tem técnica e velocidade que me impressionaram. Temos grandes treinadores no Brasil."

Categorias

Ver todas categorias

Você gostou da 3° nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1599 pessoas já votaram