Texto por Colaborador: Redação 09/09/2020 - 23:55

O Inter teve um déficit de R$ 96,4 milhões nos primeiros sete meses de 2020, segundo dados divulgados pelo clube no Portal da Transparência. O resultado reflete os quatro meses nos quais todas as competições estiveram paralisadas. Neste período, houve corte em praticamente todas as principais fontes de receitas do clube, sem que as despesas pudessem ser cortadas na mesma medida. 

Em termos mais técnicos, o SCI teve um total de R$ 104.559.278 de receita líquida nos primeiros sete meses do ano (contabilizados até 31/07/20), enquanto os custos operacionais foram na ordem de R$ 145.145.754. Cabe ressaltar, no entanto, que a venda de Bruno Fuchs ao CSKA Moscou por 8 milhões de euros e outros recursos ainda não foram contabilizados, o que deve amenizar significativamente esse montante (há cerca de R$30 milhões a entrar por conta do acordo com a Turner).

O custo do futebol, por exemplo foi um dos que mais puxou recursos, batendo na casa dos R$ 105 milhões. Nesse cenário, novas vendas de jogadores será inevitável para equilibrar as finanças do clube.

 

Categorias

Ver todas categorias

Você gostou da 3° nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1066 pessoas já votaram