Texto por Colaborador: Redação 26/03/2020 - 11:35

A rádio Gre-Nal conversou nesta quinta-feira pela manhã com Décio Neuhaus, diretor jurídico do Sindicato dos Atletas, que explicou a situação e o panorama das negociações com os clubes brasileiros devido a pandemia e a crise do Coronavírus. Confira os principais trechos.

TEXTO:

"Qualquer negociação de clube diretamente com seus atletas, sem participação do Sindicato, pode gerar ação trabalhista. Isso para que não ocorra pressão dos clubes nos jogadores. Os clubes não estão falando em redução salarial para pagar no futuro. Eles estão falando em perdão do valor descontado."

"40% do salário dos jogador é direito de imagem. Os clubes querendo pagar só 60%, contando os descontos, os atletas vão receber menos ainda. Imagina essa situação para os jogadores de clubes menores."

"O Vasco, por exemplo, não pagou dezembro ainda. Como você vai querer reduzir salários de jogadores que não recebem desde o ano passado? Tem clubes que já pediam cotas das competições do ano que vem. Então, os atletas terão que pagar pela inconsequência de alguns dirigentes?"

"São poucos dirigentes, mas esses poucos estão aproveitando a carona do coronavírus para não pagar suas dívidas. Os atletas não disseram que não aceitam estudar formas de parcelamento. O que eles não aceitam é perdoar dívida ou desconto."

"O Inter tem tido uma ótima postura. O Bandeira da Áustria#Inter não quer perdão salarial. O clube sabe que pode não arcar com a totalidade nesse momento, mas, se isso ocorrer, vai pagar a diferença no futuro.

"Os clubes que querem perdão salarial são aqueles que já são acostumados a não pagar da forma correta."

"Vou citar dois exemplos. O Glória, de Vacaria, sempre paga tudo certinho. Já o Aimoré sempre termina sem pagar tudo, mas depois acaba acertando na justiça, só que aí fica pra próxima diretoria."

"É bom esclarecer essas questões para que as pessoas não achem que os jogadores são mercenários. Na Rádio Grenal eu falo pra todo mundo, isso é ótimo, pois todos escutam vocês."

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

856 pessoas já votaram