Texto por Colaborador: Redação 15/09/2021 - 03:06

Em entrevista ao programa Show dos Esportes, da Rádio Gaúcha, nesta terça (14), o vice-presidente de futebol do Inter, Emilio Papaléo, comentou sobre o imbróglio ocasionado pelo rompimento do Flamengo do acordo feito no conselho técnico entre os 20 clubes e a CBF sobre a presenta de público na Série A deste ano:

"Nós sempre pregamos a isonomia. Se nós temos algo que foi negociado coletivamente no conselho técnico da CBF, que todos voltariam ao mesmo tempo, mantendo equilíbrio, fica muito ruim um clube perseguir individualmente uma posição contrária. A questão do boicote da rodada ainda é algo para ser analisado pelo setor jurídico, além do conselho de gestão. A competição é dos clubes, a CBF quem tem de dispor sobre isso" defendeu.

Os 19 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro planejam adiar a 21ª rodada do campeonato após o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) negar uma liminar que tinha como objetivo proibir o Flamengo de receber público em seus jogos no torneio. As equipes argumentam desequilíbrio técnico, já que nem todos os clubes estão aptos a receber torcedores em seus estádios. Os times de São Paulo, por exemplo, só poderão contar com público a partir do mês de novembro. Conforme o site UOL Esporte, Grêmio, Palmeiras, Corinthians e Fluminense são os clubes que lideram o movimento pelo adiamento dos jogos do final de semana do Brasileirão.

Categorias

Ver todas categorias

Aguirre é a escolha certa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1408 pessoas já votaram