Texto por Colaborador: Redação 23/07/2020 - 00:00

Alessandro Barcelos, vice de futebol colorado, deixou claro que o Inter não vai mais jogar como mandante em Caxias. Após o péssimo estado do gramado no GreNal 425 nesta quarta-feira (22), a direção deve tentar mais uma vez a liberação do Beira Rio. Como opção, todavia, o CT de Alvorada não pode ser descartado.

Em relação ao clássico, o dirigente deixou claro sua insatisfação com o resultado e a qualidade do confronto em si:

"O jogo foi muito disputado. Uma partida com poucas chances de gols. Das poucas chances, tomamos o gol na bola parada com desvio na barreira. Evidente, não estamos satisfeitos com o resultado. O jogo não foi um espetáculo bonito que Grêmio e Inter poderiam proporcionar (...) O Inter tinha o mando de campo e não jogou na sua casa. Agora, é trabalhar e recuperar isso. É entender o que aconteceu no jogo", avaliou.

Em relação as reclamalões de D'alessandro e Coudet ao presidente da FGF, disse: "Eu não conversei com eles ainda e não vi o episódio. A derrota faz com que a cabeça fique quente. Normal. Essa indignação pós-derrota é importante para um grupo vencedor. Vamos tratar a situação da melhor forma".

Já sobre a sequência negativa nos GreNais (8 jogos sem vencer), provocou. "As estatísticas estão aí para serem batidas. O Inter é o time que mais venceu Grenal na história. Os empates estão em segundo lugar".

Categorias

Ver todas categorias

Tu aprova o nome de Abel Braga para substituir Coudet até fevereiro?

Sim

Votar

Não

Votar

835 pessoas já votaram