Texto por Colaborador: Redação 27/08/2020 - 16:00

O meio-campista Colorado Edenilson concedeu entrevista coletiva virtual na tarde desta quinta-feira, no CT Parque Gigante. O jogador respondeu as perguntas dos jornalistas e falou sobre o equilibrío do campeonato Brasileiro, além de outros temas. Confira os principais trechos.

VÍDEO:

TEXTO:

O equilíbrio do Brasileiro: "Brasileirão é um campeonato nivelado. Sem torcida, nivelou ainda mais. É normal que todos queiram vencer ou dar um gás a mais contra as equipes da parte de cima da tabela".

"Estamos procurando evoluir diariamente. Sabemos que o Brasileirão é difícil. Aquele que manter a regularidade tem grandes chances de ser campeão".

Sobre a chegada de Abel Hernández:"Não estou sabendo de nada sobre o Abel Hernandez, mas todos que chegarem serão acolhidos de braços abertos para nos ajudar".

Sobre a semana sem jogos: "A semana é cheia, mas queríamos estar jogando a final do Gauchão. Por outro lado, podemos corrigir nossos erros. Tem trabalhado muito o fato da gente ficar mais com a bola. Esperamos um jogo muito difícil contra o Botafogo".

Sobre a falta do Guerrero: "Estamos nos adaptando. Um jogador da qualidade do Guerrero faz falta. Coudet sempre trabalhou igual com todos, independente de estar jogando ou não".

Trabalho de Coudet: "Nós trabalhamos em várias funções nos treinos. Eu treino em todas do meio. Isso ajuda. Confunde o adversário. Trabalhamos em prol da equipe. Vem dando certo, mas também estamos corrigindo algumas coisas".

Sobre  a única derrota para o Flu, o que corrigir: "Pecamos em finalizações contra o Fluminense. Acho que não merecíamos a derrota. No resto, acho que estamos fazendo um bom campeonato. Coudet tem usado todo plantel. Temos que manter a regularidade".

Sobre priorizar algum campeonato: "Flamengo não priorizou competições ano passado e ganhou duas. Isso depende de cada treinador. Se depender de mim, eu quero jogar todas. Vou me preparar pra isso".

Categorias

Ver todas categorias

Você gostou da 3° nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1599 pessoas já votaram