Texto por Colaborador: Redação 12/02/2020 - 11:11

Bicampeão da América (em 2006 e 2010), o Inter chegou ontem nova marca significativa em sua história na Libertadores. Figurando no principal torneio do continente pela 13ª vez em seus mais de 110 anos de existência, o Clube do Povo vai em busca de sua 4º final da competição (80, 06 e 10), e alcançou com a vitória por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile, seu triunfo de número 60 na Copa Libertadores. Ao todo, foram 122 jogos. Biografia longa e rica, abrilhantada com 180 gols marcados, e iniciada no ano de 1976.

Nossa primeira vitória, como não poderia deixar de ser, veio no Gigante. Segundo confronto de nossa história válido por Libertadores, foi disputado contra o Olimpia, e teve em Ramón o artilheiro solitário do duelo, realizado no dia 14 de março. Já em 11 de abril conquistamos o triunfo inaugural em partidas realizadas no exterior. Diante do Sportivo Luqueño, do Paraguai, Falcão foi o único a balançar as redes para garantir a alegria no retorno a Porto Alegre.

Além de Brasil e Paraguai, outras oito nações já serviram de palco para vitórias alvirrubras em partidas de Libertadores. São os casos de Equador, que nos legou uma primeira alegria em 1977, quando Escurinho e Joãozinho marcaram os gols da partida entre Inter e Deportivo Cuenca; Venezuela, inaugurada em 13 de abril de 1980 com vitória por 1 a 0 sobre o Unión Táchira, gol de Falcão; Argentina, batizada no mesmo ano por Tonho, contra o Vélez; Uruguai, desbravado em 1989 com Edu e Aguirre garantindo o 2 a 1 sobre o Peñarol; México, país onde triunfamos inicialmente em 2006, contra o Pumas, tentos de Rentería e Fernandão; Bolívia, templo de massacre por 4 a 1 do Clube do Povo sobre o Jorge Wilstermann, em 2011; Chile, sede de goleada por 4 a 0 em 2015, sobre a Univesidad de Chile; e Peru, que em 2019 atestou, pela primeira vez, a imposição colorada, com Rodrigo Moledo estufando as redes do Alianza Lima.

Palco que figura entre os mais temidos do continente, o Gigante ofereceu ao Inter 43 de nossas vitórias na Libertadores. Em 60 jogos disputados no Beira-Rio, o Clube do Povo ainda atingiu 11 igualdades em seus domínios, assim totalizando impressionantes 77,7% de aproveitamento. Para 2020, já temos confirmada mais uma partida da competição em nossa casa. Será diante do Tolima-COL, adversário na terceira fase preliminar do torneio. Como sempre, seguiremos juntos, em busca de novo triunfo no certame e na Padre Cacique. Lado a lado, gramado e cimento. Vozes e chuteiras. Clube e Povo.

Categorias

Ver todas categorias

Você gostou da 3° nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

884 pessoas já votaram