Texto por Colaborador: Redação 22/03/2020 - 1900

Em casa com a esposa e a filha, o ídolo colorado e giallorossi advertiu sobre a necessidade de isolamento social para prevenção do coronavírus. O ex-comentarista e técnico ainda projetou soluções para o futebol neste momento de pandemia em entrevista ao programa Sala de Redação, da Rádio Gaúcha, neste domingo (22).

"Não tem uma forma definitiva. Pegou todo mundo desprevenido. A situação é tão grave a absurda que ninguém sabe o que vai ser feito. Temos que pensar em como passar este ano no futebol com menos perdas. É preciso criar situações e fazer o que é possível, não o melhor (...) No Rio Grande do Sul o campeão vai ser o Caxias e vão reclamar que só teve um turno de campeonato. Times que caírem precisarão ter mais tempo para se recuperar e voltar à atividade no ano que vem. Teremos de ter bom senso. O que podemos tirar de lição? Vai se perder muito, mas é preciso planejar."

Sobre o grande números de mortos na Itália, explicou: "No começo acharam que era exagero, porque leva um certo tempo a se acreditar nas notícias e ver o estrago. Depois foi tarde demais. Se não fosse a Itália, com a estrutura e condição que existe lá, seria uma tragédia ainda pior".

Categorias

Ver todas categorias

Gustagol é um bom reserva para Paolo Guerrero?

Sim

Votar

Não

Votar

2343 pessoas já votaram