Texto por Colaborador: Redação 30/04/2020 - 09:00

A Pluri Consultoria divulgou nesta quarta-feira (29) um relatório completo sobre o balanço financeiro colorado de 2019. Após se tornar o clube de maior receita do Brasil em 2012, o Internacional viu finalmente a estagnação financeira de 7 anos chegar ao fim em 2019, com alta de 50% em suas receitas. Segundo o documento, houve elevação em todas as frentes, mas o maior impacto veio do crescimento de 168% nas vendas de atletas, que atingiram R$ 135,7 milhões.

Por outro lado, o clube não aproveitou a melhora para reduzir o elevado endividamento líquido, que voltou a subir e se aproxima dos R$ 800 milhões.

Confira alguns detalhes em destaque e o documento completo mais abaixo:

  • Receita sem venda de jogadores: R$ 306 milhões
  • Despesas com o Futebol: R$ 279 milhões
  • Receita de Sócios+Bilheteria: R$ 94 milhões

ORIGENS DAS RECEITAS

12 % marketing + comercial / 21% sócios e bilheteria / 35% TV / 31% venda de jogadores / 1% outras

ITENS POSITIVOS DESTACADOS

  • Receita com Matchday subiu 21%
  • Receita com Marketing + Comercial subiu 22% para R$ 51,3 milhões
  • Receita vinda diretamente do torcedor subiu 10% para R$ 124 milhões
  • Relação Dívida Líquida / Receitas caiu 27% para 1,80
  • Relação Dívida Líquida / Receitascaiu 13% para 2,60

ITENS NEGATIVOS DESTACADOS

  • Receita com Transmissões caiu 17% para R$ 84,0 milhões
  • Endividamento Líquido subiu 9%para nível recorde de R$ 794,3 milhões
  • Despesas totais subiram 51%,para R$ 444,4 milhões, nível acima da taxa de crescimento das receitas
  • Despesa Financeira Líquida subiu37% para R$ 40,5 milhões
  • Necessidade de Capital de Giro subiu 29% para R$ 251,4 milhões

PERFIL DA DÍVIDA

  • DÍV. TRIBUTÁRIA R$ 185 milhões
  • DÍV. TRABALHISTA R$ 78 milhões
  • DÍV. COM CLUBES R$ 85 milhões
  • EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS R$ 383 milhões

PDF COMPLETO

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

2664 pessoas já votaram