Texto por Colaborador: Redação 31/03/2020 - 12:15

A rádio Gre-Nal conversou nesta terça-feira pela manhã com Larry Pinto de Faria Jr., ex-dirigente do Inter, que reside nos Estados Unidos que falou sobre a situação da Pandemia do Coronavírus. Confira os principais trechos.

TEXTO:

Sobre situação nos Estados Unidos, em Nova York: "Parece que eu tenho uma sina com New York. Eu estava aqui no ataque as torres gêmeas e agora novamente. Estou só em casa. Trabalhando em casa sozinho. É um teste psicológico. Estou fazendo tudo como se eu estivesse com coronavírus. Não saio, não falo com ninguém, fico totalmente isolado. Só vou ao mercado por necessidade, mas, ainda assim, tomando cuidados."

"Meu prédio não permite nem que eu desça pra pegar correspondência. Eles nos entregam aqui. Não podemos levar lixo lá em baixo. Nada."

Sobre o ataque as torres gêmeas: "Eu estava trabalhando normalmente no dia em um dos andares do prédio. Do nada, deu um estrondo e o edifício todo balançou muito. Vi na janela que caía vidros e tudo estava pegando fogo. Peguei todas as minhas coisas e desci. As escadas já estavam congestionadas. Estava tudo destruído."

Sobre o clube: "Eu não sou um dos que ficavam criticando muito o Odair. Mas acho que acertaram na saída dele. O Coudet chegou e já faz um bom trabalho."

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

946 pessoas já votaram