Texto por Colaborador: Redação 16/11/2020 - 16:39

Em entrevista ao canal do Youtube "Potter entrevista", Paulo Roberto Falcão - ídolo como jogador e ex-técnico vermelho - avaliou o momento vivido da dupla GreNal. Criticando as últimas gestões coloradas, o eterno camisa 5 vê no rival o mérito da estabilidade, enquanto aguarda uma nova oportunidade para seguir sua carreira de treinador. Confira suas principais declarações:

Futebol atual: "Eu detesto a mesmice. Quero um time que fuja da mesmice. Quero um time que ganhe, mas só isso não basta. Tem de jogar bem e emocionar. É isso o que fica na história."

Voltar a treinar: "Já me ofereceram, vou dizer que até pensaria. Desde que eu fosse o responsável pelo futebol. Como profissional. Seguiria, evidentemente, a política do clube, mas seria responsável pelo futebol, com o treinador, montaria um trabalho sério na base. Não vou dar pitaco no treinador, a não ser que ele me peça (risos). Mas certamente procuraria fazer alguma coisa fugindo da mesmice."

Retorno ao Inter?: "Não penso (em voltar para) no Inter. Existe uma confraria de 20 anos, e quem comanda vocês sabem quem é. É uma ditadura de 20 anos comandada por uma pessoa só. Teve coisas boas, coisas ruins. Vai ter uma eleição, e as pessoas vão poder escolher. Democracia tem de ter mudança. E não é só mudança de nome. Precisa dar oportunidade para outros".

Grêmio: "Tenho uma ótima relação com o Renato, foi meu jogador na Seleção. E ele teve a sorte de contar com um dirigente que confia e protege. Certamente, Romildo é o maior presidente de clube que o Rio Grande do Sul teve nos últimos 20 anos".

Categorias

Ver todas categorias

Tu apoia a mudança do escudo com a retirada da borda?

Sim

Votar

Não

Votar

68 pessoas já votaram