Texto por Colaborador: Redação 16/06/2021 - 02:13

Em entrevista ao programa Show dos Esportes, da Rádio Gaúcha, nesta terça-feira (15), o ex-presidente Fernando Carvalho avaliou os motivos que levaram ao fracasso do trabalho do ex-técnico Miguel Ramirez. Atribuindo o baixo rendimento ao pouco tempo disponível para treinos, o ex-mandatário multi-campeão pelo SCI defende que cada elenco reúne características específicas para funcionar determinados modelos de jogo. Confira sua avaliação: 

Saída de MAR: "No atual cenário brasileiro, este tipo de alteração é muito difícil porque temos um calendário praticamente insuportável".

Nomes ventilados como possíveis técnicos: "Lisca é um estrategista, joga de acordo com o que tem no elenco e no time adversário. Como é o Tite e o Klopp. Se tiver uma equipe superior, vai jogar atacando, se for inferior ao oponente, vai se defender. Sabe propor se tiver elementos para tanto. Aí temos de avaliar se o Inter tem estes elementos ou não (...) Não tenho nada contra os estrangeiros, pelo contrário. Acho que Jorge Jesus, Abel Ferreira, e até o Eduardo Coudet fizeram bons trabalhos aqui. Mas, para o meio de temporada… Acho que a diretoria vai ter este cuidado (...) Tomara que consigam sair dessa. Seja com Aguirre, Lisca, ou o próprio Osmar Loss. Que todos tenham cabeça fria para tomar a melhor decisão".

Categorias

Ver todas categorias

Aguirre é a escolha certa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1408 pessoas já votaram