Texto por Colaborador: Redação 10/09/2020 - 22:15

Após término do jogo, a imprensa e a TV Inter conversaram com Thiago Galhardo, destaque do time Colorado na vitória por 2 a 0 nesta quinta-feira, no Gigante da Beira-Rio em jogo pela 9º rodada do Campeonato Brasileiro. O meia-atacante destacou a força do grupo e o bom trabalho do time realizando os pedidos de Chaco nas características do segundo gol. Confira os principais trechos.

TEXTO:

Falando a TV Inter: "Feliz por mais uma vez em casa fazer o nosso dever, que é vencer. Mantivemos a liderança, melhor ataque, melhor defesa. Parabenizar o grupo, o segundo gol diz muito o que o Chaco pede, que é pressionar. Como o Chaco diz, nosso ataque começa na defesa e a nossa defesa começa no ataque. Hoje fui feliz, premiado com mais um gol. Mas o mais importante é que no final da temporada a gente consiga o nosso objetivo que é conquistar os títulos."

"Vivo um momento mágico, único. Muito feliz por tudo que tenho passado aqui no Internacional.

"Eu sou grato a Deus pela minha passagem pelo Ceará. No pior momento que eu passei no futebol, eles puderam fazer isso por mim. No Inter e Ceará do ano passado, eu estava passando por um momento crítico da minha vida, com minha avó. Hoje, na hora em que faço os gols, vejo muito minha vó na minha cabeça, uma estrela que tanto me ilumina quando entro em campo".

"Voltamos de uma forma diferente (do intervalo) e pudemos matar o jogo. O importante é que consigamos manter tudo o que o Chacho pede, independente de quem jogue".

Sobre interesse de outros clubes: "Pra gente se marcar em clubes, temos de terminar ciclos e ganhar títulos. E esse é meu principal objetivo aqui com o Internacional. Isso tem chegado para ele (empresário) e não pra mim. Ele vem me visitar, não só como empresário, amigo e pai, considero ele tudo, faz parte da minha trajetória. Mas estou muito feliz aqui, cabeça focada"

Falando a Premiere: "Temos 30 jogos na temporada. Em casa e fora, buscamos fazer da mesma forma. Em um, dois, no máximo três, tivemos menos posse de bola. É bom também saber sofrer. O Chacho diz sempre, o ataque começa na defesa, e a defesa começa no ataque. Temos a melhor defesa, melhor ataque. O Boschilia rouba a bola, eu driblo o Prass. Faro de artilheiro. Não importa quem faça o gol".

A comemoração do gol: "Em prol de ajudar, fui cobrado por uma menina de Caxias. Eu pensei em ajudar, o clube ajudou. Eu prometi que quando voltasse ao normal, daria a camisa. Ontem (quarta-feira), ela me pediu para comemorar em libras. Quem conhece, sabe o que estou dizendo. Amanhã (sexta), eu darei a camisa".

Categorias

Ver todas categorias

Você gostou da 3° nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

945 pessoas já votaram