Texto por Colaborador: Redação 02/04/2020 - 17:17

Assim como fez com alguns campeonatos estaduais, a Rede Globo também suspendeu parcela de pagamento pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro, deixando os clubes em estágio de apreensão.

Tal parcela é a primeira que a emissora paga pela competição e representa 40% de toda a verba destinada ao mais importante torneio nacional. Esta é dividida igualmente entre todos os participantes da Série A, uma cifra de aproximadamente R$ 22 milhões para cada clube. O montante é de R$ 439 milhões. Este direito é pago em duas vezes entre março e abril e nenhum destes pagamentos ainda foi efetuado, segundo o UOL.

A emissora entende que não fazia sentido honrar o compromisso diante do cenário de incerteza com a interrupção das competições por conta da pandemia do novo coronavírus. Não se sabe, por exemplo, se o Brasileiro terá de passar por uma reformulação no modelo de disputa caso caia o número de datas disponíveis no calendário.

Nos clubes, o sentimento de apreensão se justifica. Afinal, contam com esta quantia para honrar com compromissos imediatos, como o pagamento de salários de jogadores e funcionários.

Por enquanto, todos os envolvidos são contra a mudança no formato de disputa do Brasileiro: clubes, CBF, Rede Globo e Turner.

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

668 pessoas já votaram