Texto por Colaborador: Redação 11/05/2020 - 19:10

A pandemia do coronavírus, que parou o futebol brasileiro, começa a fazer estragos financeiros. Segundo informações nesta segunda-feira (11) do jornalista do Correio do Povo, Hiltor Mombach, o Inter alcançou uma inadimplência recorde de 25%. Em maio do ano passado a inadimplência foi de 14%, embora em janeiro de 2019 tenha batido nos 20%, mas compreensível por ser uma época de férias e sem jogos (o famoso pago depois).

Todavia, ainda que já sinta o impacto da crise econômica, esses números podem diminuir, visto que o Inter ressalva que houve problema na entrega dos boletos e que pode recuperar a parcela perdida.

Em 2019, o clube alcançou R$ 94 milhões com sócios e bilheterias, e dado o atual panorama, esses números deverão despencar em pelo menos 40%. 

A título de comparação, no Humaitá acontece o mesmo. O Grêmio faturou 15% a menos em abril do que a média mensal do primeiro trimestre do ano passado em arrcadação com os sócios.

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

2664 pessoas já votaram