Texto por Colaborador: Redação 02/11/2020 - 15:55

Como está o aproveitamento de jovens recém promovidos da base nos principais clubes brasileiros? O site Base Palmeiras fez um levantamento dos minutos disputados no Campeonato Brasileiro 2020 por atletas crias dos clubes que ainda possuem idade sub-21.

São Paulo, Vasco e Palmeiras são os líderes de minutos oportunizados a jogadores nesse estágio da carreira que tenham passado base dos clubes. Santos, Flamengo e Fluminense são os que utilizaram maior número de atletas Sub-21 formados “em casa!, mas como poucos são titulares, não estão entre os líderes em minutagem no torneio.

Chama a atenção a pouca minutagem do Grêmio, reconhecido pela ótima categoria de base. Mesmo investindo no uso de jovens formados no clube, mais uma vez fica evidente a tendência da equipe gaúcha em priorizar lançar jovens um pouco mais velhos, depois de tempo de adaptação na equipe sub-23. O Inter aparece na parte intermediária mais para cima, com 8 atletas distribuídos em 18 jogos.

O Red Bull Bragantino, equipe mais jovem do Brasileirão, aposta em jovens revelados na base de outros clubes. Luis Phelipe, por exemplo, até foi criado no Red Bull, mas está emprestado do parceiro Salzburg.

Ranking de Minutos da base no Brasileiro 2020:

1) Vasco – 16 jogos – 3.899 minutos

Distribuídos entre 8 atletas: Miranda, Talles Magno, Bruno Gomes, Cayo Tenório, Juninho, Vinicius e Gabriel Pec.

2) São Paulo – 15 Jogos – 3.844 minutos

Distribuídos entre 7 atletas: Diego, Brenner, Luan, Gabriel Sara, Igor Gomes, Helinho e Toró.

3) Palmeiras – 17 jogos – 3.559 minutos

Distribuídos entre 8 atletas: Patrick de Paula, Gabriel Menino, Wesley, Gabriel Veron, Danilo, Gabriel Silva, Renan e Lucas Esteves.

4) Athletico – 17 jogos – 2.828 minutos

Distribuídos entre 9 atletas: Vitinho, Bruno Leite, Khellven, Christian, Jajá, Vinícius Mingotti, Lucas Halter, Pedrinho e Kawan.

5) Goias – 16 jogos – 2.815 minutos

Distribuídos entre 7 atletas: Vinicius, Miguel, Breno, Daniel, Gabriel Rodrigues, Sandro Moraes e Heron.

6) Botafogo – 17 jogos – 2.794 minutos

Distribuídos entre 8 atletas: Caio Alexandre, Luis Henrique, Rhuan, Davi Araujo, David Sousa, Ênio, Hugo e Matheus Nascimento

7) Internacional – 18 jogos – 2.484

Distribuídos entre 8 atletas: Heitor, Johnny, Bruno Fuchs, Zé Gabriel, Pedro Henrique, Leonardo Muchacho, Bruno Praxedes e João Peglow.

8) Fluminense – 18 jogos – 2.383 minutos

Distribuídos entre 10 atletas: Evanilson, Calegari, Luiz Henrique, Miguel, Marcos Paulo, Daniel Lima, Caio, André, Wisney e Christian.

9) Corinthians – 18 jogos – 2.141 minutos

Distribuídos entre 6 atletas: Lucas Piton, Xavier, Gustavo Mantuan, Roni, Gabriel Pereira e Ruan Oliveira.

10) Santos – 18 jogos – 1.953 minutos

Distribuídos entre 11 atletas: Sandry, Anderson Santos, Ivonei, Wagner Leonardo, Lucas Lourenço, Alex, Kaio Jorge, Ângelo, Marcos Leonardo, Tailson e Derick.

11) Flamengo – 18 jogos – 1.860 minutos

Distribuídos entre 12 atletas: Natan, Hugo Souza, Ramon, Matheuzinho, Otávio, Gabriel Noga, Thuler, Lincoln, Richard Rios, Guilherme Bala, Lázaro e Yuri.

12) Coritiba – 18 jogos – 1.623 minutos

Distribuídos entre 7 atletas: Nathan, Igor Jesus, Luiz Henrique, Henrique Vermudt, Pablo Thomaz, Natanael e Guilherme Biro

13) Sport – 18 jogos – 1.270 minutos

Distribuídos entre 5 atletas: Mikael, Luciano Juba, Bruno Roberto, Maxwell e Rafael

14) Ceará – 17 jogos – 823 minutos

Distribuídos entre 4 atletas: Vitor Jacaré, Gabriel Lacerda, Rick e Kelvyn

15) Bahia – 17 jogos – 626 minutos

Distribuídos entre 4 atletas: Alesson, Saldanha, Matheus Bahia e Ramires

16) Atlético MG – 17 jogos – 572 minutos

Distribuídos entre 3 atletas: Marquinhos, Sávio e Bruno Silva

17) Grêmio – 17 jogos – 128 minutos

Distribuídos entre 5 atletas: Guilherme Azevedo, Patrick, Rildo, Ruan e Fabrício Santos.

18) Red Bull Bragantino – 18 jogos – 90 minutos

Embora já tenha utilizado 9 atletas com idade sub-21 no torneio e seja uma das equipes mais jovens do Brasileirsão, o Red Bull usou apenas 1 atleta até agora que tenha passagem em sua categoria de base: Chrigor.

19) Atlético GO – 18 jogos – 16 minutos

Victor Leque foi o único atleta sub-21 revelado na base do Atlético GO a atuar no Brasileiro até o momento.

20) Fortaleza – 16 jogos – 0 minutos

O Fortaleza usou apenas 1 atleta sub-21 durante o Brasileiro até aqui: Yuri César, emprestado pelo Flamengo. Nenhum jogador da base com essa idade entrou em campo no torneio.

Fonte: Base Palmeiras

Categorias

Ver todas categorias

Tu aprova o nome de Abel Braga para substituir Coudet até fevereiro?

Sim

Votar

Não

Votar

794 pessoas já votaram