Texto por Colaborador: Redação 18/07/2021 - 23:30

Com Diego Aguirre poupando poucas peças titulares, um Inter desesperado pela vitória recebeu o Juventude na noite deste domingo, no Beira-Rio, pela 12° rodada. Vendo o Z4 cada vez mais próximo, o Clube do Povo desafiou justamente o último derrotado em seus domínios, lá em maio, pelo Gauchão, com a "ex-touca" repetindo o mesmo filme aos colorados. Após uma etapa inicial parelha, um Inter modificado e mais ofensivo encontrou o gol no segundo tempo, passando a suportar a pressão caxiense até o apito final. Apresentando uma atuação com altos e baixos, o SCI ainda foi o justo merecedor, somando seu primeiro três pontos dentro de casa. O placar deixa o Saci com 14 pontos e roubando a 13ª posição do Juventude na tabela.

Agora, o Clube do Povo recebe o Olimpia pelo confronto decisivo das oitadas de final da Copa Libertadores, quinta-feira (22), às 21h30. Pela Série A retorna no próximo fim de semana ao visitar o Athletico no domingo (25), às 18h15. 


Um primeiro tempo com início forte do Inter mas com dificuldades, sobretudo pelo lado direito nos 45 iniciais. Criando boas chances logo após o apito inicial e atacando quase sempre somente pelo lado esquerdo, os SCI perdeu gols claros com Taison em pelo menos 3x, duas delas de dentro da área. Baixando o ritmo forte inicial, o Juventude foi gostando da partida e passando a incomodar a meta de Daniel. Em um escanteio muito bem batido por Guilherme Castilho, o goleiro colorado - muito mal posicionado - viu a bola entrar mas foi salvo pelo toque de mão, evitando a abertura do placar pelos visitantes. A equipe da Serra continuou melhor até os instantes finais, mas viu o Inter reagir com Edenilson, em disparo de fora da área e Caio Vidal, apanhando da bola. Ao todo, 8 finalizações vermelhas e 6 verdes até a ida intervalo.

Na etapa final Diego Aguirre mudou a formação e com dois meias mais ofensivos (Maurício e Palácios) o time melhorou substancialmente. Com maior presença no ataque e velocidade, o Rolo Compressor se mostrava mais dinâmico e criativo, encontrando as brechas para tirar o zero do marcadador. Após o gol, os visitantes ainda tiveram um jogador expulso mas conseguiram incomodara os comandados de Aguirre, que voltou a optar por uma formação com Johnny ao lado do 1° volante, Lindoso. No entanto, mesmo sem posse de bola e desperdiçando contra-ataques valiosos o SCI quebrou um jejum de 8 jogos sem vencer no Gigante, podendo respirar minimamente. No total foram 15 disparos contra 10, em um triunfo que pode ser considerado justo.

DESTAQUE POSITIVO: BRUNO MENDEZ E GALHARDO

FICOU DEVENDO: DANIEL, PAULO VICTOR, YURI E PATRICK

FICHA TÉCNICA & CURIOSIDADES

Categorias

Ver todas categorias

Aguirre é a escolha certa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1408 pessoas já votaram