Texto por Colaborador: Redação 31/07/2020 - 12:25

Segundo informações da ZH Esportes nesta sexta-feira, a diretoria Colorada terá uma nova reunião na próxima segunda-feira com o grupo Turner para definir as pendengas do contrato do Inter para transmissão de seus jogos na TV fechada no Campeonato Brasileiro, que inicia em 8 de agosto. A Turner suspendeu o acordo, alegando cláusulas infringidas e o clube busca evitar perdas que podem chegar aos R$ 28 milhões.

A relação entre Turner e clubes têm sofrido desgaste desde o final de 2019, quando a empresa enviou sua primeira carta demonstrando interesse em desfazer todos os acordos firmados até 2024. Nesse ano, a mesma notificação foi enviada.

A alegação da Turner é de que clubes feriram cláusulas do acordo ao aceitaram exibições de partidas em TV aberta para o local onde o jogo ocorre, por parte da Globo. Sendo assim, o produto contratado teria se tornado excessivamente alto por não atingir a audiência esperada.

Nem mesmo depois da publicação da tabela do Brasileirão a Turner se pronunciou. O silêncio é total. Nem mesmo se usarão a liberação das partidas conforme a MP foi confirmada. Inter, Santos, Palmeiras, Athletico-PR, Coritiba, Ceará, Fortaleza e Bahia esperam, na segunda-feira, um posicionamento, já que faltam poucos dias para o começo do Brasileirão.

Categorias

Ver todas categorias

Tu aprova o nome de Abel Braga para substituir Coudet até fevereiro?

Sim

Votar

Não

Votar

835 pessoas já votaram